segunda-feira, agosto 28, 2006

Negociação: Fusão entre Intesa e Sanpaolo redesenha quadro bancário italiano

O plano dos bancos Intesa e Sanpaolo IMI para criar o 10o maior banco da Europa pode levar à saída do espanhol Santander como acionista, e desencadear outros acordos envolvendo bancos italianos, disseram analistas.
O francês Credit Agricole, maior investidor da Intesa com cerca de 18 por cento, juntou-se a outros investidores-chave acolhendo o plano de criar uma companhia que domine o mercado doméstico, no valor de mais de 70 bilhões de dólares, mesmo com sua participação se reduzindo pela metade.
"Vemos uma probabilidade maior do que 70 por cento do acordo acontecer e esse número está aumentando a cada minuto", disse o analista da Keefe, Bruyette & Woods, Marcello Zanardo.
Os bancos italianos têm sofrido pressão para fusões desde que grandes concorrentes estrangeiros entraram no mercado interno no início deste ano.
O acordo entre Intesa e Sanpaolo será uma troca de ações, informou uma fonte próxima à situação e analistas esperam uma taxa de troca de 3 a 3,3 ações da Intesa por cada papel do Sanpaolo.
As sinergias podem variar de 600 milhões a 800 milhões de euros, dizem analistas e os dois bancos teriam ativos totais no valor de 545 bilhões de euros.
O negócio deve ser fechado até o final do ano, segundo fontes financeiras disseram à Reuters, e analistas estimam cortes de até 10.000 postos de trabalho.
Fonte: Jo Winterbottom e Lisa Jucca da Reuters em 25/08/2006 14:50:27

Comments: Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?