quarta-feira, setembro 06, 2006

Liderança para tempos turbulentos

Esse segundo tipo de liderança, diferente da autoridade suficiente para épocas estáveis, tenta restaurar o equilíbrio entre a empresa e o ambiente em que ela atua.
Por Steve Cabana e Charles Parry

Exercer a autoridade pode ser suficiente em épocas de estabilidade, mas para um ambiente em constante transformação é preciso haver liderança - e do tipo certo. Quando mudam as regras que determinam estruturas, normas, valores, processos e sistemas, procura-se quem possa dar o rumo para a empresa e fazer com que seus funcionários descubram qual é a nova visão e a levem adiante. Um líder para esses tempos não deve ser um protetor e sim um guia que ajude a superar as dificuldades motivando o pessoal.
Neste artigo, organizado na forma de perguntas e respostas práticas, os autores afirmam que o exercício da liderança é difícil e pode até pôr em risco a autoridade já garantida. Um líder que se move muito depressa, por exemplo, pode acabar atingido por um “coice”; o líder que vai muito devagar não prepara as pessoas para enfrentar desafios.
...
Vejo o artigo na íntegra no site da disciplina

Comments: Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?